Pesquisar neste blogue

21.8.10

PENSAMENTO DO DIA

O presidente do Instituto Português do Sangue, Gabriel Olim, viu, nos Estados Unidos equipamento para medição da hemoglobina, em Outubro. Em Março, uma empresa do filho dele, Nelson Olim, conseguiu a exclusividade da comercialização para Portugal do referido equipamento. Em Maio, o Instituto lança um concurso público para adquirir o equipamento. E só a empresa do filho estava em condições de cumprir o caderno de encargos.

Mais um filho de boa senhora a comer o nosso sangue.

2 comentários:

Graça Pimentel disse...

Vigaristas. Ladrões. Mafiosos.
...

beijo

Anónimo disse...

Isto é o que se chama um concurso com B.I.e fotografia. É tudo uma questão de acertar no aparelho certo.